Se você já assistiu o nosso vídeo Desmitificando o Botox, você já sabe que Botox é o nome comercial da Toxina Botulínica da indústria farmacêutica Allergan.

Mas não deve fazer a mínima idéia de como esse produto surgiu né?

Eu vou te contar rapidinho então. Jean Carruthers era uma oftalmologista de Vancouver, no Canadá. Ela estava tratando uma paciente com espasmos oculares através da aplicação de toxina botulínica.  Acontece que em uma consulta, a paciente ficou muito irritada porque Jean não havia aplicado a toxina na testa dela. E a Dra. Jean explicou que não aplicou naquela região porque havia percebido que os espasmos dela não estavam mais ocorrendo. 

 

 

Então a paciente disse que sabia disso, mas acontece que cada vez que Jean fazia aplicações na testa dela, ela se sentia mais bonita, sem aquelas marcas e rugas na testa. Jean teria ignorado essa informação, não fosse pelo fato dela ser casada com o Dr. Alastair, um médico dermatologista, que já havia comentado com a esposa que não sabia mais o que fazer para tratar as rugas de suas pacientes, visto que os tratamentos até então, não estavam entregando os resultados esperados.

“Botox é marca comercial da

Toxina Botulínica produzida pela Allergan.”

 

Após esse episódio, ao voltar para casa, ela sugeriu ao marido. Por que nós não fazemos alguns estudos de aplicação da minha toxina nas suas pacientes com rugas? Então resolveram fazer os estudos e a primeira paciente tratada foi a recepcionista da clínica.

 

Fizeram o tratamento nela e rapidamente os resultados apareceram. Só que nesse momento surgiu um novo problema. As pessoas tinham muito medo de aplicar a toxina. Então, a maneira mais lógica que encontraram foi de aplicar a toxina na própria Dra. Jean. Ela conta na sua apresentação do TED Talks, que desde 1987 não possui mais rugas no rosto. E partir de então, esse procedimento passou a ser cada vez mais sucesso.

 

Alan Scott, desenvolveu o uso da toxina botulínica para tratamento de estrabismo durante a década de 60 e 70, e passou a chamar o produto de Oculinum. E em 1991, a Allergan comprou os direitos de Scott e em 1992 trocou o nome do produto para Botox.

 

Sempre que você pensar em fazer um tratamento estético, questione se o produto a ser usado é realmente Botox ou alguma outra marca de toxina botulínica. Aqui na Phi Concept, nós utilizamos a marca Botox, pois optamos pela qualidade representada através da marca pioneira em produção de toxina botulínica, assim como para mantermos um padrão do que está sendo injetado em nossos pacientes, ficando possível um melhor controle sobre os resultados a serem obtidos. 

Agora que você já sabe a origem do Botox, entre em contato conosco para agendar uma avaliação gratuita e saber mais sobre qual a melhor indicação no seu caso.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *